Compilação de crônicas de viagem do Século XXI: Processo de escrita e perpetuação da memória

  • Dóris Waleska Gubert Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Canoas
  • Sheila Katiane Staudt Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Canoas
Palavras-chave: Livro, Processo de Escrita, Memória, Crônicas de Viagem

Resumo

A temática citadina é o principal objeto de estudo do projeto de extensão “Olhares sobre as cidades: experiências de viagem”, do IFRS Câmpus Canoas. Através deste, é promovido, todos os anos, desde 2011, o evento “Feira das Cidades”, que reúne membros da comunidade externa e interna dispostos a compartilhar suas experiências de viagem, principalmente por meio do relato oral. Este trabalho tem o intuito de externar a produção literária gerada a partir do projeto intitulada “Crônicas de viagem do século XXI: olhares sobre as cidades”. O exemplar, que conta com 27 relatos de viagem de autoria de 31 viajantes-escritores, perpetua a singularidade de cada experiência vivida e partilhada oralmente em forma de palavra escrita/texto ao longo das três primeiras edições do evento. A tentativa de capturar a riqueza dos relatos orais em texto escrito foi o desafio realizado com a publicação desse livro de crônicas de viagem escritas por viajantes do século XXI. O registro memorialístico e escrito de experiências de viagem visa ao mesmo tempo resgatar e perpetuar dois tipos de memórias: a do sujeito-viajante e a do próprio projeto de extensão, uma vez que conta com relatos de viajantes que palestraram no evento desde a sua primeira edição, em 2011. Nesse processo, os palestrantes tornam-se escritores e os ouvintes, leitores. A transformação dos sujeitos envolvidos propicia o estabelecimento de novas relações com o complexo universo cultural e global que nos cerca, a partir da aproximação com diferentes culturas e hábitos é que ocorre, de fato, a quebra de preconceitos e estereótipos. Além da obra ter rompido os muros da Instituição, vem sendo utilizada em sala de aula pelas professoras da área de Letras, principalmente, nos 2ºs anos dos cursos Técnicos Integrados que têm como produção textual o gênero crônica. O objeto livro viabiliza a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, pois é responsável pelo trânsito constante de informações entre o meio acadêmico e o extraescolar. Em 2016, será produzida uma segunda edição, com vistas a resgatar os relatos das cinco edições do evento intitulado “Feira das Cidades”.