Trabalho Voluntário como Estratégia para o Desenvolvimento de Competências e Formação de Vínculos

  • Gabrielle de Jesus Lemos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Alexandre Gomes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Catia Eli Gemelli Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
Palavras-chave: Voluntariado, Competências, Vínculos

Resumo

Reconhecido como uma importante estratégia para o desenvolvimento de competências e a formação de vínculos com a comunidade, o trabalho voluntário vem sendo cada vez mais valorizado por possibilitar ao indivíduo a participação de forma ativa e responsável na sociedade com autonomia e criatividade, aplicando e adquirindo conhecimentos e habilidades. O projeto “Trabalho Voluntário como estratégia para o desenvolvimento de competências e a formação de vínculos” objetiva atuar como facilitador na relação dos alunos com o voluntariado, possibilitando-lhes a aquisição de experiências e o desenvolvimento de competências valorizadas pelo mercado de trabalho. Busca ainda reforçar o vínculo do IFRS - Campus Osório com a Comunidade. O projeto justifica-se pela carência de desenvolvimento de atividades de prática voluntária durante a trajetória escolar, sendo fundamentais para o aprimoramento emocional e intelectual do educando. Os alunos interessados em atuarem como voluntários realizam um cadastramento identificando suas disponibilidades de horários e públicos de interesse para as ações. A partir disso realiza-se um levantamento das instituições da comunidade que apresentam uma carência de trabalho voluntário e uma posterior visita aos locais para o planejamento conjunto de ações. Os alunos selecionados para as ações participam de encontros de sensibilização onde são preparados para a atuação em campo. Durante a pesquisa de intenção em voluntariar-se 125 alunos se cadastraram, superando as expectativas da equipe de execução, sendo os públicos-alvo mais sinalizados: a) animais; b) crianças e c) idosos. Diversos inscritos destacam que, apesar do interesse em voluntariar-se, não sabiam onde ou como poderiam realizar essas atividades, o que demonstra a importância do projeto. A primeira ação voluntária teve como público-alvo crianças de escolas públicas da cidade de Osório e contou com a participação de 14 alunos do ensino médio técnico. Os voluntários foram preparados durante quatro semanas, aprendendo a realizar pinturinhas de rosto e brincadeiras, além de ensaiarem uma peça de teatro infantil. A segunda ação foi realizada no asilo Cantinho do Céu de Osório com a participação de 15 alunos do ensino médio técnico e superior. Os voluntários realizaram a apresentação de músicas folclóricas, incentivando os idosos a participarem retomando músicas que marcaram sua história e compartilhando suas experiências. Já estão planejadas também ações com as crianças da aldeia indígena Sol Nascente localizada no município de Osório e com os animais do canil municipal. O projeto ainda encontra-se em fase de execução, mas os seus resultados já demonstram a importância do incentivo ao voluntariado durante a trajetória escolar. Por apresentar situações de incerteza, as especificidades do trabalho voluntário oferecem um importante ambiente para o desenvolvimento de competências e preparação de cidadãos com participação mais ativa e responsável na sociedade.