Entender para explicar: a prova de Linguagens, Códigos e suas tecnologias do ENEM em foco

  • Gabriel Licoski dos Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Maitê Moraes Gil Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Julia Ferri Pinto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
Palavras-chave: Linguagens, ENEM, Competências

Resumo

 

O ENEM, além de ser um exame que avalia o Ensino Médio, tem representado uma porta de entrada no Ensino Superior. Diante disso, as provas que o constituem ganharam destaque e representam uma preocupação para os alunos do Ensino Médio. Apesar de já terem se passado seis anos da última reformulação do Exame, algumas crenças sobre esse tipo de avaliação ainda precisam ser questionadas, a saber: a necessidade ou não de memorização de conteúdos para a realização da prova; a atualização prática das competências listadas pela Matriz de Referência da prova; e o caráter interdisciplinar teoricamente proposto na elaboração das questões. O projeto de extensão “Entender para explicar: a prova de Linguagens, Códigos e suas tecnologias do ENEM em foco.” tem como objetivo ofertar oficinas para a comunidade interna e externa do campus Osório, a fim de (i) oportunizar o entendimento da prova de Linguagens, Códigos e suas tecnologias do ENEM também como um momento de aprendizagem, deixando de ser vista apenas como uma atividade avaliativa; (ii) explorar de forma detalhada as questões da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM e seu caráter interdisciplinar, destacando a importância de se conhecer a proposta de uma avaliação antes de realizá-la.; (iii) desenvolver a reflexão acerca do papel desempenhado pela compreensão textual ao longo desta prova do ENEM. Para desenvolver este projeto de extensão foram previstas duas etapas: (i) a primeira ocorreu com os alunos do IFRS – Osório, com oficinas semanais de 1h30min para estudo da prova e leituras de trabalhos acadêmicos sobre ela; e (ii) a segunda é destinada à comunidade externa, especificamente em escolas públicas de ensino médio. Há uma relação intrínseca entre ensino, pesquisa e extensão neste projeto, considerando a sua aplicabilidade e seus possíveis resultados. O eixo do ensino está contemplado na primeira etapa proposta, a qual é destinada a alunos do Ensino Médio Integrado. Já o eixo da pesquisa é atendido no processo de investigação a ser realizado pelos docentes envolvidos no projeto e pelos bolsistas sobre a construção histórica dessa prova, as diretrizes epistemológicas adotadas por ela e a compreensão preliminar que os alunos têm dessas questões. Por fim, o eixo da extensão é o principal pilar deste projeto, visto que o seu objetivo principal é a realização – na segunda etapa – de oficinas nas escolas de Ensino Médio da rede pública da região sobre a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM. Como resultados parciais das etapas desenvolvidas, foi possível observar que os alunos não conheciam as competências e habilidades avaliadas por essa prova ao iniciarem as oficinas. Além disso, a avaliação feita ao final das oficinas indica um resultado positivo em relação à compreensão dos alunos sobre a prova estudada. Por fim, os depoimentos dos alunos participantes das oficinas demonstram a importância de projetos destinados ao estudo e à análise crítica da prova do ENEM.

 

Publicado
2015-11-30