Identidade Brasileira: Representação Social da Mulher negra na Mídia

  • Sirlei Bortolini Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Bento Gonçalves
  • Évenin Lucas Tanhote Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Bento Gonçalves
Palavras-chave: Mulher Negra, Mídia Inclusão Social

Resumo

Na história brasileira averiguamos uma expressiva presença demográfica de afrodescendentes, cerca de 50,7% da população brasileira é negra (IBGE/Censos Demográficos 2000 e 2010). O Brasil é o segundo país com maior população negra do mundo, possuindo forte influência da cultura africana para o processo de desenvolvimento da identidade e cidadania. A mulher negra nesse contexto representa uma expressiva parte dessa sociedade, com propósitos bem definidos, porém vem sendo discriminada em seu potencial, sendo vista como objeto sexual ou assumindo papéis em que fazem menção ao tempo histórico, onde assumia posições submissas e de escravidão. A mídia utiliza a figura da mulher negra como sendo a representante do biotipo que possui formas bem definidas e que provocam a saciedade de muitos homens, esses mesmos indivíduos que juram respeito e admiração por essa mulher. Observa-se que está sendo desvirtuada a real importância que essa mulher exerce na construção da sociedade. Pouco é valorizada a sua capacidade construtiva, no que tange em suas habilidades intelectuais, laborais e afáveis. O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi), do IFRS Campus Bento Gonçalves, através das Políticas de Ações Afirmativas do IFRS, trabalha a disseminação da cultura e costumes dos negros e índios, estimulando o conhecimento histórico e cultural e ações que envolvem a aceitação da diversidade étnico-racial. Com isso, considera-se de suma importância realizar uma conscientização social, sobre o histórico das raízes brasileiras, dando visibilidade ao papel da mulher negra. Este trabalho tem por objetivo mostrar que a mulher negra sempre atuou como protagonista na sociedade brasileira, contribuindo pela melhor visibilidade do gênero feminino e lutando para a quebra de preconceitos sobre a raça negra. Por isso, uma das ações é enobrecer seus traços naturais, mostrar seu valor total e extinguir o preconceito contra elas, além de conscientizar a sociedade da discriminação que a mulher negra vem sofrendo por meio de atitudes preconceituosas, o que pode resultar na sua formação cidadã. Para a realização deste trabalho, foi efetuada uma pesquisa webgráfica com literaturas, artigos e documentários que abordassem assuntos referentes aos costumes e a inclusão da mulher negra na sociedade obtendo-se subsídios para a construção de um referencial embasado desse tema. Com o propósito de divulgar esses resultados, apresentar-se-á de modo expositivo, com recursos de multimídia, todo o conteúdo resgatado da pesquisa realizada. Assim, cabe ao grupo divulgar, através desse trabalho, a importância que as mulheres negras desenvolvem para o engrandecimento da sociedade, dando ênfase a seu papel como protagonista da formação da sociedade brasileira com seus usos e costumes e mostrar que as mesmas são exemplos a serem seguido por apresentarem características bem diferente do que é mostrado pela mídia.

Publicado
2015-11-30
Seção
DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA