A relevância da Educação Ambiental na Escola Infantil Madre Verônica (Porto Alegre, RS)

  • Vanessa Castro Borges Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Porto Alegre
  • Carolina Borba da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Porto Alegre
  • Daniela Forgiarini da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Porto Alegre
  • Cibele Schwanke Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Porto Alegre
Palavras-chave: Educação Escolar, Educação Ambiental, Consciência Ambiental

Resumo

A educação escolar é uma das primeiras experiências regulares de formação e obtenção de valores que temos na infância, sendo relevante na construção dos conhecimentos, competências e atitudes para uma vivência consciente e responsável. A prática contínua da Educação Ambiental (EA) nas escolas, visando à formação de uma consciência ambiental é fundamental quando analisamos um de seus mais aparentes desafios - sensibilizar a percepção do meio ambiente de pessoas de diferentes idades, promovendo mudanças de posturas dos sujeitos em relação às questões que permeiam meio ambiente e sociedade, tornando-as críticas e transformadoras. Considerando que a infância configura-se em um momento em que a formação de caráter, posturas e delimitação de valores está em seu processo de construção, ações que permitam a criação de espaços reflexivos e dialógicos podem contribuir para a sensibilização de nossa futura geração em relação a questões ambientais emergentes. Este trabalho, analisa a prática da EA na formação de saberes em uma comunidade em situação de vulnerabilidade socioambiental, através de ações desenvolvidas pelos bolsistas do Programa Pet-Conexões Gestão Ambiental (Programa PET/MEC;SESu/;SECADi), em parceria com bolsistas do Programa Agita na Juventude (MEC/SESu Proext 2015), que são discentes dos cursos de Tecnologia em Gestão Ambiental e Licenciatura em Ciências da Natureza do IFRS-Câmpus Porto Alegre. As ações são desenvolvidas mediante parceria com o Programa Integrado Socioambiental da Prefeitura de Porto Alegre e realizadas na Escola Infantil Madre Verônica, uma unidade de atendimento da organização não governamental Casa de Nazaré. Utilizando a EA vivencial, que preconiza que a construção dos saberes envolvem o sujeito de forma integral e, portanto, permite a interação concreta do aprendente, do meio e do objeto de aprendizado, a ação desenvolvida teve como objetivo geral proporcionar momentos de interação efetivas das crianças com o meio ambiente permitindo esta aproximação através do estabelecimento de relações de temáticas ambientais com o seu cotidiano, no intuito de estreitar as relações entre educadores-educandos e comunidade. As ações foram organizadas nas seguintes etapas: recolhimento de pneus não utilizados doados pela comunidade; pintura dos pneus pelos próprios bolsistas; desenvolvimento de práticas de plantio com um grupo de dez crianças, com idades de 4 a 5 anos, da Escola Infantil Madre Verônica (acompanhadas pelo educador responsável) e revitalização dos espaços. Após a realização das atividades notou-se um maior interesse por parte das crianças pelo ambiente externo da instituição e uma melhor interação entre o grupo. Neste sentido, entende-se que práticas aparentemente simples realizadas com crianças contribuem para a formação integral dos sujeitos e influenciam suas relações com o meio, principalmente o natural, o que é fundamental para a construção de uma sociedade que perceba sua responsabilidade socioambiental.

Publicado
2015-11-30