Os faraós, suas pirâmides e um grande mistério

  • Júlia Cristina da Silva Castilhos
  • Júlia Levandoski
  • Mariana Anitta Masierero
  • Luana Gonçalves Soares
  • Jones Adriano Gaio
Palavras-chave: Egito, Mistério, Faraós

Resumo

A Multifeira da Escola Estadual de Ensino Médio Professor Apolinário Alves dos Santos é um projeto para que os alunos usem sua capacidade e sua criatividade para desenvolver um trabalho em diferentes assuntos. Este projeto ocorre anualmente na escola, e este ano possui a temática: “Criatividade: a energia que move o mundo”, com o intuito de desenvolver e estimular a pesquisa científica dentro do ambiente escolar.  O objetivo deste trabalho é analisar alguns fatos e acontecimentos que ocorreram no Egito. A metodologia adotada é a pesquisa bibliográfica, pois foram consultados livros, sites e revistas especializadas no assunto. O seguinte trabalho irá abordar o tema: “Egito: Os faraós, suas pirâmides e um grande mistério” Os faraós eram considerados deuses vivos na civilização do Egito Antigo. As pirâmides são estruturas de alvenaria antigas que levam em média de 10 a 20 anos para serem construídas. Tutancâmon foi um deus do Egito muito famoso por te morrido muito novo e por a sua tumba ter sido descoberta em 1994 pelo egiptólogo Zahi Hawass. O problema de pesquisa de nosso trabalho é: As pessoas morriam pela suposta maldição de Tutancâmon ou por outro motivo? Nossa hipótese é de as pessoas não morriam pela maldição, e sim que devido o seu sarcófago estar lá por muito tempo e as pessoas mexerem nele, poderiam acabar pegando alguma doença ou até mesmo respirar aquele ar poluído e este mesmo ar acabar levando-os à morte.

Publicado
2018-05-18
Edição
Seção
Ciências Humanas - Fundamental